Cruzeiro bate o Grêmio e faz festa de campeão, mas Atlético-PR adia conquista



O esforço para jogar no lugar preferido, um ótimo público no Mineirão e a equipe mostrando seu melhor diante de um rival de peso. O roteiro para a festa do título brasileiro foi cumprido à risca pelo Cruzeiro, que bateu o Grêmio com autoridade por 3 a 0 e fez sua parte para levantar a taça já neste domingo. O problema é que o Atlético-PR, vice-líder, também fez a dele, e adiou a conquista ao ganhar do São Paulo por 3 a 0.
Com os dois triunfos, a diferença entre Cruzeiro e Atlético-PR permanece em 13 pontos, com cinco rodadas e 15 pontos em disputa. A chance de uma reviravolta é pequena, mas suficiente para manter o grito de "tricampeão" entalado na conquista do torcedor celeste, que soma a Taça Brasil de 1966 ao Brasileiro conquistado em 2003.
"Frustração", porém, talvez não seja a palavra ideal para definir a tarde dos 58.113 cruzeirenses que foram ao Mineirão. No fim do jogo, satisfeitos com a bela atuação, os torcedores foram brindados com uma festa de campeão, com direito a volta olímpica dos jogadores e as estrela simbólicas da conquista.
"Falta pouco. Ainda tem o grito entalado na garganta, mas somos praticamente campeões", disse Nilton. "A gente já é campeão, vamos respeitar o Vitória e no próximo jogo em casa vai ter outra festa", completou Ricardo Goulart, dando o tom do sentimento cruzeirense neste domingo. A festa antecipada se explica pela torcida. Nas duas próximas rodadas, a equipe não jogará no Mineirão, e deve confirmar a taça em Salvador ou em Varginha, cumprindo pena imposta pelo STJD.  

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.