Comissão pede que comercial do Guaraná Antarctica com Neymar saia do ar


A Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (12) requerimento que pede ao Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) e à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República providências para retirar do ar o comercial “Papelzinho” do Guaraná Antarctica, produto da fabricante Ambev.


Na propaganda, o jogador Neymar faz brincadeiras com estrangeiros.
Segundo o deputado Marcos Rogério (PDT-RO), autor do requerimento, a propaganda “promove o bullying com estrangeiros no Brasil”.
Na campanha publicitária, criada pela Agência DM9DDB, Neymar ensina os estrangeiros — um holandês, um francês e um americano — a pedir a bebida em português. Mas no lugar de escrever as frases certas em um papel, o jogador prega pegadinhas com os gringos.

FONTE: IG

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.