Balotelli sofre insultos racistas na preparação da Itália para a Copa



O atacante Mario Balotelli sofreu insultos racistas nesta quarta-feira, no centro de treinamento de Coverciano, em Florença, onde a seleção da Itália faz sua preparação para a Copa do Mundo do Brasil. O italiano foi xingado por alguns torcedores enquanto fazia uma corrida no gramado.
De acordo com a publicação, o jogador manteve a calma ao ouvir os insultos, mas soltou uma frase em tom de desabafo. "Incrível, só em Roma e em Florença acontecem essas coisas", disse Balotelli.
O presidente da Federação Italiana de Futebol, Giancarlo Abete, se pronunciou assim que ficou sabendo das ofensas contra Balotelli. "É um comportamento inaceitável de pessoas isoladas que não deveriam estar ali. O importante é que se trata de poucas pessoas, das quais os próprios gestos mostram seu baixo nível", disse o dirigente.
Um grupo de crianças que também acompanhavam o treinamento da seleção italiana passou a aplaudir o jogador. Após o fim dos trabalhos, o único nome gritado por elas era o de Balotelli.
Em maio do ano passado, Balotelli sofreu insultos racistas por parte da torcida da Roma durante um duelo contra o Milan. Na ocasião, o time da capital italiana foi multado em 50 mil euros, e o jogador prometeu abandonar o campo se o caso se repetisse mais uma vez.
"Se acontecer mais uma vez, vou deixar o campo, porque isso é muito estúpido", afirmou o atacante na época. Desta vez, a imprensa italiana elogiou a atitude de Balotelli de ignorar os xingamentos e continuar fazendo seu trabalho com a seleção para a Copa.
FONTE: UOL

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.