Macron lamenta rejeição do Brasil à ajuda do G7 para Amazônia


O presidente da França, Emmanuel Macron, lamentou hoje a decisão do Brasil em rejeitar a ajuda de R$83 milhões oferecida pelos países do G7 para combater o fogo na Amazônia. Bolsonaro, por outro lado, recuou e disse hoje de manhã que pode reconsiderar a decisão se o presidente francês retirar os "insultos". Segundo Macron, a ajuda é um sinal de amizade e não de agressividade. Ele disse que o montante não seria direcionado apenas ao Brasil, mas a todos os nove países amazônicos, como Peru e Bolívia. Ele reiterou que a França também se considera um país amazônico, já que a Guiana é parte de seu território.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.