Luciano Huck lidera campanha para doação de álcool em gel


O COB (Comitê Olímpico do Brasil) defendeu neste sábado (20) o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio por um ano. Segundo a entidade, a pandemia do novo coronavírus não só dificulta a preparação dos atletas como coloca a saúde deles em risco.

“Como judoca e ex-técnico da modalidade, aprendi que o sonho de todo atleta é disputar os Jogos Olímpicos em suas melhores condições. Está claro que, neste momento, manter os Jogos para este ano impedirá que este sonho seja realizado em sua plenitude”, afirmou Paulo Wanderley, presidente do COB.



Possível candidato à presidência da República em 2022, Luciano Huck moveu uma campanha no Instagram para que brasileiros de baixa renda recebam o álcool em gel, produto mais procurado em farmácias, perfumarias e mercados.

O apresentador acrescentou o sabonete líquido no “kit” de higiene indispensável para a diminuição da propagação do novo coronavírus. “O fato é que nos próximos dias a situação vai piorar. O coronavírus vai chegar às periferias do Brasil inteiro, vai chegar às favelas”, avisou o apresentador em um vídeo na rede social.

O global lembrou a importância dos dois itens para o cuidado pessoal: “São duas armas muito importantes para a preservação das famílias, para evitar que o vírus contamine de maneira ainda mais exponencial”. Até o momento, a publicação já foi vista por 1 milhão e 300 mil pessoas.

Para o sucesso da campanha, Huck anunciou que sua primeira ideia envolveu “doações cavalares” dos objetos. Ele aproveitou o momento e agradeceu a ação de empresas que colocaram fábricas na fabricação do álcool em gel em larga escala.

Apresentador da Record, Marcos Mion aprovou o movimento de doações de Luciano. “É isso. Esse vírus não é sobre si mesmo, é sobre o próximo. Pra gente finalmente entender que a saúde, bem estar e alegria do próximo, depende de nós. E a nossa, de outra pessoa”, refletiu.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.