Críticas a Bolsonaro atravessam fronteiras e chegam ao carnaval da Europa



São Paulo – As manifestações contra Jair Bolsonaro atravessam fronteiras no carnaval 2020. Além dos gritos de “Ei, Bolsonaro…”, que assolam blocos carnavalescos Brasil afora, e dos sambas-enredo que protestam diante do governo do capitão, o carnaval da Europa também dá destaque à figura do presidente da República.
Reportagem da Deutsche Welle Brasil, emissora internacional da Alemanha, relata que Bolsonaro é uma das estrelas dos festejos carnavalescos de Colônia. “Entre as atrações no tradicional desfile da próxima segunda-feira (24/02), ponto alto do carnaval da cidade no oeste da Alemanha, está um carro alegórico com um boneco do presidente brasileiro, segurando a bandeira do Brasil atada a um palito de fósforo tamanho família e exibindo um largo sorriso, diante de árvores carbonizadas e sambistas seminuas e chamuscadas”, afirma a DW (clique na imagem para ir à reportagem).
A alegoria critica as queimadas na Amazônia. O diretor do desfile, Holger Kirsch, afirma em entrevista ao jornal local Kölner Stadt-Anzeiger que esse é seu carro preferido. A DW Brasil informa, ainda, que a sátira política sempre foi foco dos principais desfiles carnavalescos alemães, em cidades como Colônia, Mainz ou Düsseldorf.
Além de Bolsonaro, personagens como o presidente russo, Vladimir Putin, seu colega chinês Xi Jinping, o premiê britânico Boris Johnson, o líder norte-coreano Kim Jong-un, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a chanceler alemã, Angela Merkel, também são “homenageados”.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.