Valinhos registra primeiro caso suspeito de coronavírus



A Secretaria de Saúde de Valinhos registrou uma notificação de suspeita de coronavírus na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no início da noite desta quarta-feira. O paciente, do sexo masculino, tem 25 anos, mora em Valinhos e esteve recentemente na Itália. A Secretaria monitora ainda um casal, de 85 anos e 60 anos, que teve contato com o primeiro paciente de coronavírus confirmado no País, um homem de 61 anos que reside em São Paulo.
O jovem de 25 anos viajou para Israel, Itália e retornou ao Brasil em 14 de fevereiro. Ele começou a manifestar sintomas no dia 22 de fevereiro e procurou a UPA nesta quarta-feira, por volta das 18h. Segundo a Secretaria de Saúde de Valinhos, o rapaz apresentou febre, tosse, calafrio, dispneia (dificuldade de respirar caracterizada por respiração rápida e curta), dor de garganta e coriza.
O paciente foi notificado com suspeita de coronavírus e a UPA e coletou material de exame para diagnóstico, que foi encaminhado ao Instituto Adolfo Lutz. O jovem está em bom estado de saúde e se encontra em isolamento domiciliar, conforme protocolo definido pelo Ministério da Saúde. O paciente está sendo monitorado pela Secretaria de Saúde de Valinhos.
Casal
A Secretaria de Saúde de Valinhos está monitorando um casal de idosos morador de Valinhos que teve contato com o paciente infectado pelo coronavírus, um senhor de 61 anos que mora em São Paulo e que esteve na Itália, de onde voltou recentemente. O casal tem 85 e 60 anos de idade e está em isolamento domiciliar por 14 dias.
O paciente de São Paulo é o primeiro caso confirmado de coronavírus no Brasil. O casal de Valinhos é parente do homem e esteve com ele em visita na tarde de domingo (23). O casal está isolado, sob monitoramento e não manifestou nenhum sintoma da doença.
A Secretaria de Saúde de Valinhos informa que adotou todos os protocolos definidos pelo Ministério da Saúde e todas as medidas preventivas necessárias em relação ao casal, em conformidade com a Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo.
O homem de 61 anos, que retornou recentemente da Itália, também está em isolamento domiciliar, em bom estado clínico.

SINTOMAS
Sintomas semelhantes ao de um resfriado, como febre, tosse, coriza e falta de ar.

TRATAMENTO
A infecção pelo novo coronavírus ainda não tem tratamento específico. Os casos são tratados individualmente.

PREVENÇÃO
As medidas de prevenção da infecção pelo novo coronavírus envolvem, no geral, cuidados básicos para reduzir o risco de contrair ou transmitir infecções causadas por vírus respiratórios:
- Higienização frequente das mãos com água e sabão ou solução de álcool em gel
- Não compartilhar utensílios de uso pessoal, como toalhas, copos, talheres e travesseiros
- Evitar tocar olhos, nariz e boca sem higienização adequada das mãos
- Evitar contato próximo com pessoas doentes ou com os sintomas
- Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar, com cotovelo flexionado ou utilizando-se de lenço descartável
- Ficar em casa e evitar contato com pessoas quando estiver doente
- Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência

O QUE FAZER SE TIVER OS SINTOMAS
Procure uma unidade de saúde da Prefeitura. As equipes estão todas treinadas para atendimento

COMO É O ATENDIMENTO
As pessoas que procuram atendimento na rede pública de saúde de Valinhos são tratadas de forma prioritária ao chegarem às unidades, evitando que fiquem em contato com outros pacientes

O CORONAVÍRUS NO MUNDO
O ritmo de propagação da doença tem diminuído na China, mas cresce em outros países, como a Itália e o Irã. São mais de 80 mil casos registrados em todo o mundo, com cerca de 2 mil mortes


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.