Amoêdo ataca pronunciamento de Bolsonaro sobre covid-19 e fala em renúncia.


Candidato derrotado a presidente nas eleições de 2018 e um dos fundadores do partido Novo, João Amoêdo, que declarou voto em Jair Bolsonaro no segundo turno do pleito, atacou o pronunciamento feito pelo presidente na noite de hoje sobre a crise do coronavírus. Amoêdo chegou a pedir a renúncia de Bolsonaro. Em mensagem publicada no Twitter, Amoêdo disse que a fala de Bolsonaro é "inaceitável" e exigiu uma nova postura do presidente no dia seguinte.

"O pronunciamento do presidente é inaceitável. Temos um quadro muito grave e incerto pela frente. Ele deveria vir a publico amanhã, apresentar um plano, mostrar a gravidade da situação, demonstrar equilíbrio e bom senso. Ou renunciar ao cargo", escreveu o político do Novo.

 No último dia 9 de março, Amoêdo havia dito em entrevista ao jornal "O Estado de S. Paulo" que não se arrependia de ter votado em Bolsonaro no segundo turno. "Votei contra o PT. Não me arrependi porque não tinha opção. Achava pior votar nulo ou no PT. Não me surpreende a falta de capacidade administrativa dele, dado o histórico de 28 anos no Congresso", afirmou. 
Fonte: Uol

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.