Centenas de detentos fogem de presídio em Mongaguá, SP; vídeo


Cerca de 400 detentos fugiram no início da noite desta segunda-feira (16) do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) Dr Rubens Aleixo Sendin, localizado em Mongaguá, no litoral de São Paulo. Em um vídeo obtido pelo G1 é possível ver centenas de presos correndo. Ainda há reféns no local.




O CPP de Mongaguá fica no Balneário Arara Vermelha e tem capacidade para receber 1.640 presos. A penitenciária funciona no regime semiaberto e presos podem trabalhar durante o dia e voltar a unidade prisional para dormir na cela durante a noite.

Ainda não há informações de como os presos conseguiram escapar mas, segundo apurado pelo G1, eles teriam se rebelado após o cancelamento de uma saidinha que aconteceria na terça-feira (17). No Estado de São Paulo, outros presídios que também registraram fugas após a nova ordem.

Em Mongaguá, os presos fizeram funcionários reféns na portaria do CPP e, em seguida, fugiram em massa do local. Ainda há reféns dentro do presídio e a polícia trabalha na negociação para conseguir liberar os funcionários.

Equipes da Polícia Militar, Rodoviária, Civil e o helicóptero Águia fazem buscas no entorno do presídio para tentar recapturar os detentos.

Em nota, a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), confirmou ao G1 que foram registradas evasões de reeducandos do Centro de Progressão Penitenciária de Mongaguá. Segundo a pasta, as unidades de regime semiaberto, por determinação da legislação brasileira, não possuem vigilância armada e as devidas providências para sanar o problema estão sendo tomadas.

FONTE: G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.