CNN Brasil afasta William Wack de estúdio e jornalista toma atitude


A CNN Brasil estreou nesta semana, mas já precisou reduzir sua equipe, por causa da pandemia de coronavírus. A partir desta quinta-feira (19), por exemplo, William Waack, de 67 anos, fará participações diárias no Jornal da CNN longe da redação, será direto de um estúdio montado em sua casa.
De acordo com o colunista Flávio Ricco, do UOL, a medida foi tomada para proteger o âncora do telejornal, que faz parte do grupo de risco do novo coronavírus. O novo canal de notícias informou ainda que todos os colaboradores acima dos 60 anos estarão de home office.
“A CNN manterá suas atividades para levar informações à população sobre as tentativas de combate ao vírus, aumentou o controle de limpeza e higiene em suas instalações e determinou que parte de seus funcionários desemprenhem suas atividades à distância“, diz o comunicado oficial.
Já a partir das próximas semanas Daniel Adjuto ocupará o lugar de William Waack na bancada da sede da CNN, na Avenida Paulista.
Apesar dos cuidados da empresa, que estreou oficialmente no último domingo (15), ela ressalta que até o momento nenhum funcionário foi diagnosticado com a Covid-19.
Assim como a CNN Brasil, a Record também decidiu afastar alguns jornalistas que fazem parte do grupo de risco do vírus. O apresentador do Balanço Geral, Geraldo Luís, que é portador de diabetes, e Renato Lombardi, de 74 anos, participam do programa através de videoconferência.
FONTE: RD1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.