Coréia do Sul vê aumento de novos casos e grupos, após uma semana de infecções lentas


A Coréia do Sul confirmou 152 novos casos de coronavírus ontem - um aumento após uma semana de taxas de infecção cada vez menores e um lembrete de que o país ainda não está fora de perigo.
Nos últimos dias, a Coréia do Sul registrou menos de 100 casos por dia, aumentando a esperança de que o pico do surto tivesse passado.
Mas novos clusters foram identificados; dos 152 novos casos, 97 são da cidade de Daegu, incluindo 75 de uma unidade de enfermagem, disse Yoon Tae-ho, da Sede Central de Ajuda em Desastres, hoje.
O governo é "bastante cauteloso com relação ao perigo, no sentido em que esporadicamente estão ocorrendo casos em instalações de enfermagem e hospitais em grupos", disse Yoon. “Nossa maior preocupação é que aqueles que estão na unidade de enfermagem ou hospital estejam sofrendo de uma condição existente e que estejam na unidade há muito tempo. Eles são muito velhos. "
Cerca de 80% de todos os casos confirmados na Coréia do Sul estão associados a transmissões por cluster, disseram neste domingo os Centros de Controle e Prevenção de Doenças da Coréia.
Atualmente, a Coréia do Sul tem 8.565 pacientes com coronavírus, dos quais 91 morreram, segundo a Universidade Johns Hopkins, que acompanha os casos relatados pela Organização Mundial da Saúde e por outras fontes. 
FONTE: CNN Internacional

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.