Coronavírus: Valinhos e Hortolândia declaram estado de emergência na Saúde


Valinhos (SP) e Hortolândia (SP) declararam nesta segunda-feira (16) estado de emergência de saúde, medida que permite às prefeituras a aquisição de bens, serviços e insumos para enfrentamento da epidemia do novo coronavírus sem necessidade de licitação. Nenhuma das cidades registrou casos confirmados de Covid-19 até o momento.

Valinhos, que investiga 22 casos suspeitos, e Hortolândia, com 12 monitorados, divulgaram ainda uma série de medidas por meio de decreto. Já Americana (SP) publicou no Diário Oficial desta segunda o decreto que coloca a cidade em estado de atenção. Confira, abaixo, as ações por cidade.
Da região, apenas Campinas registra casos confirmados do Covid-19. De acordo com a prefeitura, dois pacientes testaram positivo - uma estudante de medicina, moradora da capital, e uma mulher de 48 anos, que está internada na UTI do Hospital PUC-Campinas.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, São Paulo possui 152 casos confirmados do novo coronavírus: 145 na Capital, 1 em Santana do Parnaíba, 1 em Ferraz de Vasconcelos, 1 em Carapicuíba, 1 em São Bernardo do Campo, 1 em São Caetano do Sul, 1 em Santo André e 1 em Mauá.

Valinhos
  • Escolas: aulas nas escolas municipais e nas creches contratadas serão suspensas a partir da próxima semana. Esta semana o funcionamento é normal para que os pais possam se organizar, mas não haverá registro de faltas para os que deixarem de frequentar as aulas já nesta semana. A rede particular foi orientada a adotar as mesmas medidas.

  • Esportes e cultura: estão suspensas todas as atividades culturais e esportivas, inclusive as aulas de práticas esportivas, jogos, campeonatos, eventos ou qualquer outra atividade pública. O espetáculo “A Paixão de Cristo” também foi suspenso e será adiado para data ainda a ser definida.

  • Eventos: a Prefeitura não irá autorizar a realização de eventos na cidade, públicos ou privados, que reúnam pessoas, em qualquer quantidade. A recomendação é para que cinemas, igrejas e escolas de idiomas e outros cursos suspendam atividades.

  • Odontologia: O atendimento odontológico nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) será suspenso, exceto para casos de urgência e emergência.

  • Receitas médicas: O prazo de validade de receitas médicas de remédios de uso contínuo para retirada nas farmácias municipais será prorrogado. Dessa forma, o paciente não precisa se consultar com o médico para obter nova receita.

  • Repartições públicas: O atendimento continua sendo feito, com a orientação para que não ocorra aglomeração de pessoas.

  • Limpeza de ônibus: os veículos serão higienizados duas vezes por dia com produtos especiais, e lavados uma vez ao dia.

Hortolândia
  • Casos suspeitos: com o decreto, em casos suspeitos de Covid-19 a prefeitura poderá realizar, de forma compulsória, exames médicos; exames laboratoriais; coleta de amostras clínicas; vacinação e outras medidas profiláticas; tratamentos médicos específicos, além de estudo ou investigação epidemiológica para descobrir a origem da infecção e evitar novos contágios.

  • Serviço público: servidores com mais de 60 anos e as gestantes estão liberados do expediente presencial, por 15 dias, com exceção dos profissionais da Saúde e de segurança.

  • Educação: as aulas nas escolas municipais estão suspensas, a partir do dia 23 de março, por prazo indeterminado.

  • Esportes e lazer: estão suspensas as atividades praticadas em unidades municipais como Academia Municipal, Centro de Lutas, Biblioteca, centros culturais e Centros de Convivência da Melhor Idade. "Por 30 dias, ficam suspensas, também, as reuniões dos Conselhos Municipais, com exceção do Conselho Municipal de Saúde, no que for referente ao enfrentamento do coronavírus".

  • Entretenimento privado: a prefeitura recomenda que fiquem fechados, por até 30 dias, o setor privado de entretenimento (teatros, cinemas e casas de espetáculo).

  • Atendimento de saúde eletivo: estão suspensos os exames de ultrassonografia realizados no Centro de Especialidades Médicas (exceto ultrassom obstétrico); os exames eletivos de endoscopia e colonoscopia, realizados no Hospital Municipal; Raio-X eletivos realizados nas UPAs-24h; exames de colposcopia realizados no Centro Especializado em Saúde da Mulher; exames de audiometria, realizados no CIER (Centro Integrado de Educação e Reabilitação); e coletas de exames laboratoriais nas UBS (Unidades Básicas de Saúde), sendo que os casos urgentes devem ser avaliados com as equipes das unidades de saúde.

  • Consultas: consultas de retorno estão suspensas, temporariamente, com exceção para os casos avaliados pelas equipes das unidades de saúde. O serviço de odontologia das UBSs e do CEO (Centro de Especialidades Odontológicas) está suspenso, sendo que os consultórios estarão abertos para atender apenas casos de urgência. Testes de Infecções Sexualmente Transmissíveis, realizado no CEI (Centro Especializado em Infectologia) também estão suspensos.

  • CAPS: o CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) manterá avaliação para pacientes em crise, mas os serviços dos pacientes intensivos, como oficinas, estão cancelados. Na Clínica de Hemodiálise, deverá ser criada uma sala para atender pacientes com suspeitas de COVID-19.
FONTE:G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.