Deputados consultam TSE por adiamento das eleições municipais no Brasil, diz jornal


As campanhas estão previstas para começarem no dia 16 de agosto, mas são precedidas por convenções partidárias que decidem os candidatos. As convenções partidárias estão previstas para julho e o prazo para a escolha dos candidatos será entre 20 de julho e 5 de agosto.

Ainda segundo o jornal, o deputado federal Léo Moraes (Podemos-RO) afirmou que a proposta inicial seria fundir as eleições municipais com as eleições de 2022, que elegem deputados, governadores e o presidente.

Essa possibilidade, porém, ampliaria mandatos de prefeitos e vereadores, o que é visto como um entrave. Além disso, seria necessário a chancela do Supremo Tribunal Federal (STF), uma vez que os mandatos são previstos pela Constituição.

Diante disso, o deputado propôs ao TSE adiamento das eleições por dois meses. A resposta deve sair em sete dias, porém o Tribunal tem dado indícios de que não está disposto, inicialmente, a fazer a concessão.

Ao jornal, o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, que a partir de maio assumirá o TSE, afirmou que, por ora, "não há razão para cogitar o adiamento".

Fonte: Sputnik



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.