Reação de Adriana Araújo após deboche de Carioca a jornalistas dá o que falar



No mesmo dia em que foi detonado ao surgir no lugar do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em coletiva com jornalistas, Márvio Lúcio, o Carioca, foi oficialmente anunciado pela Record. No evento, no entanto, uma atitude de Adriana Araújo com o humorista deu o que falar nas redes sociais.
A apresentadora recebeu o humorista, que estava vestido de Bolsonabo – uma paródia do presidente -, em lançamento da nova programação da emissora aos domingos, e deu muitas risadas com os deboches dele a jornalistas.
“Você viu que eu não estou muito querido aqui”, disse o Carioca, ao entrar no estúdio e não ser recebido com aplausos pelos repórteres presentes. “Eu queria falar com o Márvio Lúcio”, pediu a jornalista ao comediante, que disse que era ele mesmo que estava ali e poderia comprovar com uma ligação ao ministro Paulo Guedes ou ao filho dele.
“Seu filho? Seu filho rende furo. Ele rende“, reagiu Adriana Araújo. “Olha, não vem com essa piada de ‘furo’ porque daqui a pouco a culpa é minha“, rebateu o ex-Pânico, fazendo referência à polêmica frase que Bolsonaro proferiu contra a jornalista Patricia Campos Mello, da Folha de S. Paulo, dizendo que ela “queria dar o furo, um furo de reportagem”.
Em seguida, Carioca falou sobre sua entrada para o Domingo Espetacular, a partir deste final de semana, que vai estrear quadro com a participação do presidente.
“Furo de reportagem. O Domingo Espetacular vai estrear com uma entrevista exclusiva, dentro do Palácio da Alvorada, com o presidente Bolsonaro, o outro”, comentou o humorista, enquanto a âncora do Jornal da Record dava gargalhadas.
Márvio acrescentou dizendo que os dois abordaram assuntos como a legalização das drogas e das retroescavadeiras – em referência ao episódio envolvendo Cid Gomes no Ceará. “Vai legalizar? Já legalizou lá em cima”, disse a jornalista, que completou, em tom de bom humor: “Brigou com o marido? Retroescavadeira. Sogra? Retroescavadeira”.
No Twitter, o assunto rendeu e Adriana acabou “cancelada” pelos internautas. “E pensar que a Adriana Araújo era uma das referências da Globo em Brasília. Que triste vê-la numa cena com esse sem-graça, zombando de uma colega”, comentou uma usuária da rede social.
“É muito triste uma profissional do gabarito da Adriana Araújo se prestar a um papelão desses”, disse mais um. “Rir de uma piada sexista feita contra uma colega mulher de profissão é triste, é feio, é repugnante. A Record paga seu salário mas não venda sua dignidade,não se venda assim, amanhã a vítima pode ser você”, desabafou um terceiro.


Cara jornalista, @AdrianaAraujo_, você que, na Semana da Mulher, faz coro com o presidente Bolsonaro e usa um humorista para zombar de sua colega, também jornalista, @camposmello, cuidado, você pode ser a próxima vítima desse governo.


Ver imagem no Twitter


Eu vejo essa polêmica envolvendo a Adriana Araújo, como um certo oportunismo devido a boa fase do desde a mudança de horário. Pessoas estão tirando vantagem, seja por apoio político ou briga de emissoras.
Desculpa mas vc tá errada a gente tá criticando a piada que não foi oportuna nesse momento inclusive a Adriana Araújo foi muito bem no comando do domingo talker

Depois do vexame na Alvorada, Carioca aparece fazendo piada machista (típico de quem apoia o desgoverno brasileiro)... mas o que chama atenção aqui é a Adriana Araújo se sujeitando a está baixaria contra a imprensa


Descendo ainda mais o nível, Carioca zombou das críticas a Bolsonaro pela ofensa contra a jornalista Patricia @camposmello. O dinheiro da Secom caiu direitinho na conta da Record.
A Adriana Araújo é uma grande jornalista, a melhor da Record, mas deu uma vergonha alheia dela dando corda para a péssima imitação do "humorista" Carioca. A imitação do Marcelo Adnet é mil vezes melhor.

Fonte: RD1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.